quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Homeopatia Filosófica

ARISTÓTELES

Aqui estão três pensamentos que não tem muito haver entre si. Eu os achei bastante interessantes pela profundidade do pensamento. O primeiro, pesar de não concordar muito, vale a pena refletir o papel de dois estudos segundo um dos mais notáveis gregos. O segundo eu considero uma declaração de amor de São Paulo Apóstolo aos seus amigos cristãos Filipenses. No terceiro, o grande pensador da idade das trevas discorre sobre o inexplicável e incompreensível tempo. São três pequenos textos que provocam profunda reflexão:

SÃO PAULO segundo o pinto brasileiro Almeida Junior
.
“Não diferem o historiador e o poeta por escreverem verso ou prosa... diferem, sim, em que um diz as coisas que sucederam e o outro as coisas que poderiam suceder. Por isto, a poesia é algo mais filosófico e mais sério do que a história, pois aquela se refere principalmente ao universal e esta ao particular ” Aristóteles.
.
SANTO AGOSTINHO
.
“Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é nobre, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, tudo o que é virtuoso é louvável, eis o que deve ocupar vossos pensamentos. O que aprendestes, recebestes, ouvistes e observastes em mim, isso praticai, e o Deus da Paz estará conosco.” São Paulo.

“Eu sei o que é o tempo, se não mo perguntarem...” Santo Agostinho.

2 comentários:

Poeta Emergente disse...

Realmente é meio estranho dizer que a poesia (apesar de gostar muito desse gênero literário) é mais séria do que a história. Ambos são sérios. A poesia é, muitas vezes, meio "viajante", mas, a história também é. A poesia não trata apenas do que poderia acontecer, mas trata também do já acontecido. Como você mesmo disse, também não concordo muito com a afirmação de Aristóteles, mas hoje é tudo muito diferente em todas as áreas. A história vem se renovando a cada dia como também a literatura, principalmente com o advento do modernismo a poesia ficou bem mais direta, apesar de sua subjetividade, mas também dizer que é mais séria é um pouco demais. Cada uma tem seu valor. Dizer que a poesia se refere ao universal e a história ao particular é uma afirmação meio perigosa. É difícil dizer se tal afirmação pode se encaixar aos moldes atuais. Cabe a cada um interpretar à sua forma.

PS: Quero agradecer pela indicação em seu blog. Sinto-me honrado em poder fazer parte de sua lista de links. Tenha um ótimo dia e que Deus abençoe sua vida abundantemente em nome de Jesus.

"O Autor", disse...

Obrigado pelas orações, de coração!