quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Multiculturalidade - Estados Unidos

Grande parte dos americanos se orgulham de serem os donos do mundo. Eles também desconhecem o resto do mundo. Veja agora algumas das características da sociedade americana:
- Orgulho de serem imperialistas: Jonh Mcain, em seu discurso na convenção de seu partido, bradou: “Vamos voltar a liderar (o mundo)”. Foi ovacionado pelo público.
- Consumistas fanáticos: Um dia destes, eu assistia Os Simpsons, seriado que representa o retrato fiel da família americana, quando a personagem Marge assistia a propaganda na TV. Depois de ver, declamou: “vou sair imediatamente e comprar isto antes que o próximo comercial me obrigue a comprar outra coisa”
- Falsos Moralistas: a semanas que a principal matéria dos meios de comunicação americanos, segundo Alexandre Garcia, é da gravidez da filha adolescente e solteira da vice de Jonh Mcain. Moralistas? Não, hipócritas. Os estadunidenses torturam em Guantánamo, matam índios, invadem paises ao bel prazer, e nos domingos estão nas igrejas. João Batista os chamaria de “raça de víboras”.
- Racistas velados: sabia que existe segregação velada nos Estados Unidos? Lá existem bairros só de negros, igrejas só de negros, filmes só de negros... África do Sul? Não, América.
- Egocentristas: eles só pensam no umbigo. O símbolo disto são os principais esportes que se pratica por lá. E só lá. No resto do mundo, basebol e futebol americano são praticamente desconhecidos. Eles também desconhecem o resto do continente. A maioria deles tem certeza que a capital do Brasil é Buenos Aires, só pra citar um exemplo. Eles pregam a globalização, mais são culturalmente protecionistas. Contradição.

Quero deixar claro que não tenho nada contra a sociedade americana, apenas é um tanto escandaloso para mim a forma de pensar deles...

4 comentários:

roas77 disse...

Vc já falou tudo!!

qual será o real motivo do bin laden ter feito aquela atrocidade..

O ruim que quem sofre com tudo isso são os inocentes.. que mesmo tendo a mesma opinião.. muitas vezes.. mas são eles que sente na pele o poder dos "grandes".

Agora será que se o Brasil tivesse o poder dos USA tb não estaria pregando a mesma coisa ou até mesmo outro pais "em desenvolvimento"???

É complicado tudo isso!!

abç..

http://www.analucianicolau.adv.br/

DuDu Magalhães disse...

Acredito que temos que entender a cultura dos mesmos...

Apesar de eu achar 'ridículo' o modo como pensam/agem

HAIRYBEARS disse...

BELO POST



HAIRYBEARS
http://hairybears.blogspot.com/

Chantinon disse...

Não sou fã dos americanos.
Mas como você mesmo falou, assiste os Simpsoms, que é uma dura critica a eles mesmos, e isso passa diariamente na TV.
Aqui no Brasil o episódio dos Simpsoms onde Bart é sequestrado no RJ foi proibido.
Lá você pode ligar a TV e ver 500 canais com TVs evangélicas, musica, documentários (criticando o sistema), filmes, governo e os contra o governo.
Os EUA carregam toneladas de erros, mas muitos acertos também.
O povo é muito bem dividido entre alienados e não elienados, onde artistas vão a TV e chutam na canela do Bush.
Você vê algo parecido aqui?

Sobre o racismo, ele existe sim.
Mas é o racismo mais louco do mundo. Lá os negros fazem questão de se separar dos brancos. E o liberalismo permite que se vejam nas TVs clipes de musica com negões mandando bala nos branquelos, traficando e muita sacanagem.

Os EUA não são exemplo para ninguém, mas adivinha, somos uma cópia deles, inclusive no sistema religioso.

E você conhece algum povo mais egocentrico que o brasileiro?
Segundo a lenda somos o país do futuro, plantando tudo dá, Deus é brasileiro... e por ai vai...