quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Sobre o duelo Globo X Record

Como não tenho tempo nem paciência de assistir televisão, agora a pouco me atualizei sobre a atual batalha entre Globo e Record, no que se refere a acusações recíprocas entre as emissoras. Pra quem não sabe, a Rede Globo exibiu um verdadeiro documentário no Jornal Nacional com denuncias contra o Bispo Edir Macedo e sua Igreja, a IURD. A reportagem ocupou um terço do noticiário. Transcrevo agora alguns apartes sobre o assunto, bem ao estilo do Jornalista Arimatéa Souza:

Resumo
Em se tratando de denuncias e histórias não bem explicadas, é “o sujo falando do mal lavado”.

.
Observação
Não pretendo entrar no mérito das denuncias. Isso não me compete.

.
Novidade...
Não é de hoje que conheço a forma com que dinheiro da IURD vai pra Record: compra de horário de madrugada (e quem não sabe disso?). Isto não é ilegal. Me parece que as denuncias veiculadas no JN se referem a transferências diretas.

.
Exagero
Apesar de isto não ser ilegal, eu acho exagerado. Mais em suma e a Universal do Reino de Deus é uma igreja exagerada.

Novidade... [2]
Também não é de hoje que conheço as práticas ilegais/obscuras da Globo.

Objetivo
Mais o que fica claro é que a Globo objetiva com isso denegrir a Record, afinal de contas mesmo que não se diga diretamente, todos vão fazer a ligação entre Record e IURD.

Medo
Fica claro que a Globo se sente ameaçada pela Record. Não estou elogiando a Record, mais que a Globo tem medo tem, por isso empreendeu a atual campanha jornalística acusatória.

Erro
O erro maior é da Globo, que denegriu ainda mais a imagem do seu jornalismo, que foi usado para favorecer interesses pessoais da emissora. A Record apenas contra-atacou.

Resultado
O melhor seria as duas partes ficarem caladas. Quem diz o que quer ouve o que não quer. O resultado foi prejudicial para as duas partes, que tiveram seus “podres” expostos em horário nobre.

É como disse Jesus...
"E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?" Mateus 7:3
.

5 comentários:

Aura Sacra Fames disse...

Pode-se falar em imparcialidade no Brasil?

Abraço
aurasacrafames.blogspot.com
Por uma sociedade melhor!

Daniel disse...

O melhor seria as duas partes ficarem caladas? Discordo. Quero mais é que essa briga continue e que cada vez eles busquem mais fundo nos podres uns dos outros, só assim pra termos uma chance da população parar para pensar se vale a pena gastar seu tempo e inteligência assistindo à essas emissoras formadoras de opinião.

Márcio Daniel Ramos disse...

quis dizer que seria melhor para eles ficarem calados, não que seja bom pra nós...

Anônimo disse...

Vender horarios a terceiros na programação de tevê é ilegal, sim. veja o que diz o MinC

Márcio Daniel Ramos disse...

Não sei o que é MinC, mais se vender horários a terceiros é ilegal, então todas as TVs estão na ilegalidade, pois todas fazem isto, quando não a nível nacional, a nível local.